sexta-feira, outubro 30, 2009

PORTA DE ESCOLA

TÁ LENTA!

Minha filha chegou da escola e disparou a seguinte pergunta: “Mãe, qual meu talento? Porque hoje na escola estavam fazendo uma seleção pra semana que vem e cada um tem que falar o talento que tem e minha professora falou que meu talento é fotografia porque todo mundo viu no
Catraca Livre e saiu no rádio e… mas eu não quero ter esse talento e… minha amiga vai dançar, a outra cantar e a outra… e me disseram pra fazer uma exposição das fotos e meu amigo dos desenhos dele…”

Respondi: “Calma filha, calma. A vida não é assim. Talento é uma coisa que não se tem, se constrói. Caça-talento é coisa de programa de auditório. A escola deveria se preocupar em ensinar cada um de vocês a construir, a materializar idéias. Ajudar a estudar assuntos de interesse!”. Ela parou, olhou pra mim e disse: “O quê?
Se a mãe fosse mais simples diria faça aquilo e pronto. Mas não é, então descarregou: “qual é a da escola de jogar uma proposta sem orientar? As crianças ficam achando que o sujeito é artista porque nasceu com algum dom sobrenatural. Que falta de noção e que desrespeito com quem estuda para fazer um trabalho diferenciado!”. E continuou: “Não sei o que dizer filha, ligue pro seu pai. Ele pode te ajudar”.

Ela ligou. Depois que falou com ele pediu: ”Mãe, você pode me dar as fotos que fiz pra eu levar pra escola?”. A mãe, eu, dei a ela e disse: ”Mesmo que não seja exatamente o que você quer, sei que aqui tem o resultado de alguns dias de dedicação. Vi você interessada e ocupada em fazer as fotos, ok? Foi um bom trabalho. Resultou a idéia para os outros de que é seu talento. Mas é atual, não natural.”.
Moral da escola, quer dizer, da estória: “odeio porta de escola”.



RUA AUGUSTA E AVENIDA PAULISTA Orelhão na Rua Augusta
São Paulo, 2009
Foto: Júlia Correa Bulhões
RUA AUGUSTA E AVENIDA PAULISTA
Rua Augusta vista do ônibus
São Paulo, 2009
Foto: Júlia Correa Bulhões

RUA AUGUSTA E AVENIDA PAULISTARua Augusta em dia de chuva
São Paulo, 2009
Foto: Júlia Correa Bulhões

4 comentários:

Julia disse...

E mae vc ficou mesmo irritada com a escola

Inês Correa disse...

Oi fi, foi nada não. O mais importante é vc ficar feliz e entender como tudo acontece, só isso. Te amo. Bj

Sylvia disse...

Qual é a da escola mesmo! Caramba. Mas o jeito é ser mais prático, e a Júlia tá de parabéns. beijo da tia

Inês Correa disse...

Escola é escola. Lá onde a gente aprende e desaprende hehe. Bj