domingo, fevereiro 27, 2011

ANONYMOUS II


São Paulo, 2011
Foto: Inês Corrêa


Brinco de arrastar seu corpo para a janela, a mesma, aquela. Enquanto você me autoriza.


Posts relacionados:

7 comentários:

Anônimo disse...

tô um pouco fora de forma, meio velha pra isso não é mesmo? na foto quase não aparece, mas eu sei. gostei do corte que você fez, do vidro da janela em mim.

Inês Corrêa disse...

Querida, estamos condicionados a um corpo sarado. Será que não precisamos encontrar a beleza que está em nosso corpo? Sair dessa "janela única"?

Feedbr100% - Suplemento Cultural - Brasil disse...

De pedaço em pedaço se fz o TODO...

Não há idade para a beleza. Quando ELA existe, mantém-se a despeito do tempo e apenas se molda, caprichosamente, a ELE...

Gostei desse outro olhar, Inês e já te respondi lá no Feed100!!!

Beijo e até mais!!!

Inês Corrêa disse...

oi cris querida, q palavras firmes. concordo totalmente adoro o tempo desenhando o corpo. vou lá no feed. beijo e obrigada

Inês Corrêa disse...

Anônima, você tá boa? Vou postar aos poucos, ok? Daí você vai vendo o que vi de você. A série é curtinha, como sabes. Termino em menos de uma semana, acho. Beijo e força pra você.

Anônimo disse...

Inês, nossa! Estou curiosa então vou voltar todos os dias. Incrível como esta coisa me deixa eufórica. Uma beijoca pra você

Inês Corrêa disse...

Volte sempre que quiser. É um prazer.